Comunidad Budista Sotozen

Imagen relacionada

Iluminação silenciosa

PRÓLOGO

 

No ano passado, a colecção “Textos da Tradição Zen” fez vinte e cinco anos de existência. Com efeito, a colecção viu a luz em 1984 com a publicação do seu primeiro título, que não podia ser outro senão “O Sutra da Grande Sabedoria”, na versão comentada do mestre zen Taisen Deshimaru.

Para celebrar o acontecimento decidimos preparar uma antologia de Textos Zen que sintetizasse num só volume o espírito e a forma da colecção. O resultado é a obra que o leitor tem nas suas mãos nestes momentos.

Seguindo o espírito da colecção e a história do Budismo Zen, tomámos como coordenadas os Três Países (Índia, China, Japão) em que a tradição zen deu o melhor de si até ao momento.

Trabalhei na tradução e compreensão da maior parte dos textos aqui incluídos durante anos. De facto, continuo a fazê-lo, visto estes textos fazerem parte do estudo da Via na Comunidad Budista Soto Zen espanhola. Ainda que seja necessário continuar polindo estas traduções, considero que se encontram num ponto adequado de maturidade e clareza.

Escolhi para esta ocasião os textos mais representativos da tradição soto zen. E tive a imensa fortuna de contar com a brilhante inteligência e espírito aberto de Kepa Eguiluz, quem enquadrou de forma impecável cada texto no seu contexto e anotou com a minuciosidade e penetração próprias dos antigos estudiosos. Espero que o leitor interessado em aprofundar nesta Via três vezes milenária possa encontrar nesta obra muitas portas de acesso ao Dharma ao qual não se pode aceder por nenhuma porta.

O meu agradecimento ao meu discípulo e colaborador Kepa Eguiluz, cuja compreensão e conhecimento da Via me admira e orgulha. E um agradecimento muito especial e emotivo para os meus editores e amigos de Miraguano Ediciones por terem acreditado neste projecto editorial no recuado 1984 e por continuar acreditando nele vinte e cinco anos depois.

No Mosteiro Luz Serena, a 15 de janeiro de 2010, enquanto as ramas do pinos crepitam sob o peso da neve.

 

Shamon Dokushô Villalba

 

 

ÍNDICE

 

Índia

Apresentação

Sutra do Coração (sk.: Hridaya sutra; ch.: Xinjing; jp.: Shingyo).

Sutra do Diamante (sk.: Vajracchedika sutra; ch.: Jingangjing; jp.: Kongokyo).

Sutra da Grande Compaixão (sk.: Avalokiteshvara sutra; ch.: Guanyinjing; jp.: Kannongyo, Kanzeon Bosatsu Fumonbonge).

Versos sobre o lapso de vida do Tathagata (sk.: Tathagatayus pramana parivarta; ch.: Rulai Shouliang; jp.: Nyorai Juryohonge).

 

China

Apresentação

Canto ao Coração da Confiança (ch.: Xinxinming; jp.: Shinjinmei, Shinjin no mei), de Jianzhi Sengcan.

Canto ao Verdadeiro Dharma (ch.: Zhengdaoge; jp.: Shodoka), de Yongjia Xuanjue.

Canto à Ermida do Telhado de Palha (ch.: Caoanke; jp.: Soanka), de Shitou Xiqian.

A Essência e os Fenómenos são Não-Dois (ch.: Candongqi; jp.: Sandokai), de Shitou Xiqian).

Canto do Samadhi do Espelho Precioso (ch.: Baojing Sanmeige; jp: Hokyo zanmaika), de Dongshan Liangjie

Versos sobre as Cinco Posições (ch py.: Wuweisong; jp: Hensho goi), de Dongshan Liangjie.

Canto à Luz Serena (ch.: Mozhaoming; jp.: Mokushomei), de Hongzhi Zhengjue.

 

Japão

Apresentação

A Realidade Manifesta (jp.: Shobogenzo Genjokoan) de Eihei Dogen.

Vida Morte (jp.: Shobogenzo Shoji) de Eihei Dogen.

Instruções ao Cozinheiro Chefe do Mosteiro (extracto) (jp.: Tenzo Kyokun) de Eihei Dogen.

Para a Difusão Universal dos Princípios de Zazen (jp.: Fukanzazengi) de Eihei Dogen.

Princípios de Zazen (jp.: Zazengi) de Eihei Dogen.

A Agulha de Acupunctura de Zazen (jp.: Zazenshin) de Eihei Dogen.

Recomendações para a Prática de Zazen (jp.: Zazen yojinki) de Keizan Jokin.

As Três Classes de Praticantes de Zazen (jp.: Sankon zazen setsu) de Keizan Jokin.

 

 

A obra pode ser adquirida nas principais livrarias, no site da editora e nos centro integrados na Comunidad Budista Soto Zen.