Comunidad Budista Sotozen

VAJRASAMADHI SUTRA. O sutra do Samadhi-Diamante

O Vajrasamadhisutra, ou “Sutra do Samadhi Diamante”, é um dos sutras budistas mais eminentes do extremo oriente, um dos «sutras da escola Mahayana com que os estudiosos do Zen fariam bem em familiarizar-se melhor», segundo as palavras de D.T. Suzuki. Faz parte dos assim chamados “samadhi-sutras”, um género de sutras de marcada inspiração meditativa. Tradicionalmente considera-se que foi traduzido anonimamente do sânscrito ao chinês entre os séculos IV e V, o que o tornaria um texto canónico por direito próprio. Porém, eruditos modernos japoneses afirmam que se trata em realidade duma composição autóctone chinesa e, portanto, apócrifa.

Para outros autores, como Robert E. Buswell, o Vajrasamadhisutra foi escrito na Coreia nalgum momento por volta de 685 d.C. por um adepto temporão da incipiente tradição sŏn [zen coreano].

O Vajrasamadhisutra descreve os estados meditativos superiores tal e como foram experimentados e ensinados pelo Buda Sakiamúni, pelo que constitui uma referência incontornável para todos os praticantes da meditação budista e para os estudiosos da consciência e da psicologia humana.

A presente edição, traduzida e anotada por Kepa Eguiluz e Dokushô Villalba, é a primeira em língua espanhola desta obra, essencial para compreender os estados superiores da meditação budista.